Por

Eudes F. Góes

O presidiário Messias Figueira Lemos Júnior, mais conhecido por “Juninho”, de 26 anos, foi assassinado por volta das 8horas da manhã desta quarta-feira (06), com 5 disparos de revólver quando caminhava de bicicleta em via pública pelo Beco São Domingos, Bairro Seis de Agosto em Rio Branco.

De acordo com informações de populares, a vítima pedalava sua Bike pelo Beco, quando inesperadamente, surgiram dois indivíduos sobre uma motocicleta e o garupa já foi efetuando os disparos.

Os cinco disparos  alvejaram a vítima  na região do pescoço, abdômen, costas e virilha.

Informações extraoficiais deram conta que os dois acusados do crime pertenciam a facção rival.

Uma equipe de socorristas do SAMU foi chamada ao local, mas ao chegarem para prestar o socorro, nada puderam fazer pela vítima, devido já se encontrar  em óbito.

Policiais Militares do 2ºBPM foram acionados, mas como em outras ocasiões ninguém soube informar a patrulheiros quem teria efetuado os disparos fatais que eliminou mais um faccionário. No bairro, impera a lei do silêncio.

Agentes do DHPP (Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa) foram acionados para dar início às investigações.

Funcionários do Instituto Médico Legal, IML, foram a cena do crime, e após realizarem os trabalhos de perícia removeram mais um corpo para sede do órgão.

O Beco São Domingos sempre esteve presente no noticiário policial. O endereço é velho conhecido da polícia,  sempre em teve funcionamento de boca de fumo, e outras atividades criminosas.

Deixe seu comentário