Bandido morre e o outro fica ferido ao tentar assaltar policial à paisana na Custódio Freire

36

Por

Eudes F. Góes

Um assaltante foi morto e o outro ferido  na manhã desta sexta feira (05) na Vila Custódio de Freire em Rio Branco, após uma tentativa de assalto frustrada  a um policial militar à paisana.

De acordo com informações, os dois elementos se aproximaram da vitima com arma em punho, e anunciaram o roubo do celular e a carteira, mas habilmente, o militar conseguiu sacar sua pistola e atirar várias vezes contra os bandidos. Momento que atingiu um deles, enquanto o outro  fugiu na motocicleta usada pela dupla.

O bandido que ficou para trás foi a óbito antes da chegada do SAMU.

Peritos da Polícia Técnica foram à Vila e realizaram a perícia de praxe, na sequência removeram o corpo à sede do Instituto Médico Legal.

Prisão do comparsa

Após a remoção do cadáver várias equipes de policiais militares se deram em operação de busca ao comparsa do ladrão morto.

Na ação dos policiais houve a abordagem a uma caminhonete  Saveiro placa QLU 4710, no Ramal Adauto Frota, localizado na região do Bairro Custódio Freire, que  tinha como ocupantes Rosimar Alencar do Nascimento, José Francisco e Isaque Castro de Sousa, de 19 anos.

Material apreendido pela guarnição – Foto-C.A

Os policiais militares ao realizarem uma revista no veículo encontraram sete telefones celulares, uma arma de pressão adaptada para calibre 22 e oito cartuchos de calibre 16, que foram apreendidos pelos policiais.

Isaque Castro apresentava ferimento na região do quadril, o que levou os policiais a concluírem que o homem é um dos suspeitos de participação na tentativa de roubo ao policial militar na Vila Custódio de Freire.

Mediante aos fatos os ocupantes do veículo foram levados a presença da autoridade policial na Delegacia de Flagrante, DEFLA. Dos três detidos somente o Isaque Castro ficou preso.

Até o final dessa audiência não tivemos noticia se Isaque Castro foi encaminhado a penitenciária ou responderá pela participação do crime em liberdade.

Deixe seu comentário