Cidade de Rio Branco tem entardecer sangrento nesta quinta feira

123
Daiane Brito Silva-Morta com 2 tiro na cabeça-Foto: Eudes Góes

Eudes F. Góes

Rio Branco teve nesta quinta feira (28) um final de tarde  marcado pela violência, assim como tem acontecido nos últimos tempos. Mais um crime deixou perplexos os acreanos que frequentam o Centro da cidade.  A vítima desta vez foi Daiane Brito da Silva (26), morta com dois tiros na cabeça, quando transitava pelo calçadão do Papoco, na Rua José de Melo, Centro da capital do Estado do Acre.  Os assassinos estavam de motocicleta e após o crime fugiram, tomando rumo ignorado.

De acordo com informações de policiais militares do Primeiro Batalhão, a intenção era vitimar duas mulheres, Daiane e Janaira, que eram namoradas e caminhavam juntas pelo calçadão.

Daiane Brito Silva, funcionário do IML recolhe o corpo da jovem-Foto: Eudes Góes

No entanto,  ao perceber o primeiro disparo, Janaira jogou-se no chão e conseguiu rolar para o lado da vegetação, caindo em uma depressão íngreme que fica na direção do Rio Acre.

Daiane que era presidiária e estava em liberdade condicional há aproximadamente sessenta dias, monitorada por tornozeleira eletrônica, não teve a mesma sorte e foi alvejada diretamente pelos disparos. Ela passou cinco anos reclusa devido a uma condenação pelo crime de tráfico de drogas.

Os socorristas do SAMU foram acionados para salvar a mulher, mas quando chegaram ela já estava em óbito.

Policiais Militares do Primeiro BPM que ficam a menos de um quilômetro do local onde aconteceu o crime também compareceram  para prender os assassinos, mas não lograram êxito, já que eles conseguiram fugir na direção do Segundo Distrito da cidade.

Policiais do DHPP (Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa) foram convocados para dar início às investigações de mais este assassinato.

Funcionários do IML (Instituto Médico Legal) que estavam de plantão periciaram o local e removeram o corpo para  a sede do órgão.

Segundo informações, desde às 15 horas de  quarta feira (27) a polícia estava sendo comunicada sobre troca de tiros que ocorria entre elementos do Papoco e da Cidade Nova, os quais  pertencem a facções rivais.

Deixe seu comentário