Em noite sangrenta, homem é baleado com vários tiros e mulher tem a parte íntima ferida de raspão

26
Por: Eudes F. Góes

Um confronto entre integrantes das facções Comando Vermelho e Bonde dos Treze na noite de quarta-feira (13) na Rua Jerusalém, Bairro Laélia Alcântara, em Rio Branco, deixou um homem e uma mulher feridos a bala. O caso ocorreu em uma invasão do CV ao ninho do Bonde em uma área de ocupação de terra, localizada na região do Calafate.

De acordo com informações, por volta das 19 horas da noite desta quarta dois criminosos armados se dirigiu a área para invadir a casa do casal  Cleilson Nascimento da Silva, de 26 anos, e Suany Rocha Evangelista, de 28 anos que são integrante do bonde dos treze.

O resultado da ação foi que a invasão dos faccionários a residência dos desafetos deixou Cleilson ferido a com um tiro no peito e mais um em cada braço.

Populares relataram que na rua houve confronto entre os faccionários, e  Suany Rocha, de 28 anos, foi atingida com um tiro de raspão na parte pélvica.

Ainda segundo com informações, na hora que estava acontecendo a troca de tiros a mulher  se meteu no fogo cruzado,  para resgatar o filho que ficou desorientado em meio ao acontecimento.

Cleilson é presidiário em liberdade condicional, e monitorado por tornozeleira eletrônica, e está fora do presídio há um mês.

Após o crime os invasores fugiram  do local.

Duas equipes do Serviço Móvel de Urgência do SAMU foram acionadas, para prestar o salvamento das vítimas, e encaminhá-las ao pronto socorro de Rio Branco.

De conformidade com informações do médico Antônio Castro, Cleilson está em estado crítico e corre risco de morte. Já Suany Rocha estável e sem maiores complicações.

Uma grande quantidade de policiais do Quarto Batalhão foram para à área, e as coisas aparentemente se acalmaram por enquanto. Nenhum criminoso foi preso.

Debaixo da cama do casal foi encontrado uma pistola e uma espingarda de pressão adaptada para calibre 22.

Agentes da Policia Civil foram até o pronto socorro colher informações das vítimas, e  dar início às investigações sobre o caso.

Deixe seu comentário