História da criação do dia dos pais

11

Celebrar a importância do papel paterno na vida familiar é algo que ocorre há mais de quatro mil anos. O jovem Elmesu, na antiga Babilônia, esculpiu em argila o que seria considerado o primeiro cartão de Dia dos Pais. Os desejos de vida longa e saúde para os pais perpetuaram-se por diversas civilizações, a princípio de maneira informal.

Oficialização

A história mais conhecida e que resultou na criação do Dia dos Pais nos Estados Unidos tem origem no desejo de uma filha de homenagear a figura paterna. William Jackson Smart foi um agricultor e veterano de guerra norte-americano que criou seus seis filhos, entre eles um recém-nascido, após o falecimento de sua esposa durante o parto. Em 1909, em Washington, sua filha Sonora Louise Smart Dodd ouviu um sermão para o Dia das Mães e teve a ideia de celebrar o que seria um dia dedicado aos pais.

A filha do ex-combatente não poupou esforços para que a figura paterna também fosse homenageada. Em 1910, Sonora enviou uma petição à Associação Ministerial de Spokane, localizada no Condado de Spokane, em Washington, além de pedir ajuda para uma entidade de jovens cristãos do município. Após as solicitações, o primeiro Dia dos Pais foi comemorado em 19 de junho do mesmo ano, data do aniversário de William Jackson. A rosa foi escolhida como símbolo da homenagem, sendo as vermelhas para os vivos e as brancas em memória dos mortos.

A comemoração norte-americana ganhou proporção com o passar dos anos e, em 1924, o então presidente Calvin Coolidge tornou nacional a ideia de Sonora. Somente em 1966, no entanto, houve a proclamação oficial que determinou o terceiro domingo de junho como o Dia dos Pais (Father’s Day) nos Estados Unidos. Já o feriado nacional foi oficializado por Richard Nixon no ano de 1972.

Brasil

No Brasil, o Dia dos Pais é celebrado sempre no segundo domingo de agosto. A ideia da comemoração surgiu de uma ação do publicitário Sylvio Bhering, em 1953. O objetivo era estimular o comércio no segundo semestre, já que o Dia das Mães movimentava a economia no primeiro semestre e o Natal no fim do ano.

Sylvio Bhering era diretor do jornal O Globo, do Rio de Janeiro, e marcou em seu calendário de comemorações o dia 16 de agosto como o Dia do Papai. A data foi escolhida para coincidir com o Dia de São Joaquim, pai de Maria e avô de Jesus Cristo.

Participe! Deixe um comentário