Homem é morto ao sair para cobrar uma dívida

46

Uma denuncia feita ao número 190 levou policiais militares do 2º BPM a encontrarem na tarde de terça feira (30)  o corpo de Juscelino França de Freitas (42) no Ramal do Jacaré, região do Segundo Distrito de Rio Branco. Familiares da vítima só ficaram sabendo da morte na manhã do dia 1º de maio, quando se dirigiram ao IML de Rio Branco.

De acordo com o irmão,  Juscelino teria saído de casa na terça feira com destino a um endereço nas imediações do Bairro Recanto dos Buritis, com a intenção de cobrar uma dívida, e não retornou mais para casa.

Preocupados com o desaparecimento, familiares passaram a noite em vigília, mas só tiveram notícias  depois que procuraram informações no IML.

De acordo com o laudo, Juscelino foi morto por volta das 9 horas da manhã de terça feira (30), e foi encontrado sete horas depois, por volta das 16 horas, por policiais militares que, ao receberem uma denúncia via telefone, deslocaram-se ao interior do ramal, onde  encontram o corpo às margens de um córrego.

Familiares suspeitam de latrocínio, roubo seguido de morte, já que a motocicleta da vítima não foi encontrada.

A Polícia de Senador Guiomard agiu rápido e já tem informações sobre um suspeito, conhecido como Toinho Figura, que foi flagrado tentando livrar-se do corpo dentro de uma caixa de geladeira. Há informações de que a intenção era jogá-lo dentro do Rio Iquiri.

Segundo o irmão, Juscelino era um homem de bom coração, capaz de tirar a roupa do próprio corpo para servir a um necessitado.

Deixe seu comentário