Valentão morre ao agredir policiais no Conjunto Esperança

22
Uma pancada com um bastão desse mata-Foto: C.A

Por:

Eudes F. Góes

O usuário de entorpecente José Elivan Lima de Sousa (47) foi morto por um policial na noite de sábado (09) na Rua da Paz, Conjunto Esperança em Rio Branco. José Elivan foi alvejado quando avançou no policial com uma barra de ferro.

De acordo com informações, policiais foram acionados para  conter um caso de violência doméstica e, chegando ao local depararam-se com um homem tentando invadir uma casa onde estava uma mulher e duas crianças.

Os agentes tentaram conter o invasor, que já tinha quebrado a porta da casa, mas este fugiu para um terreno baldio que fica ao lado.

Cercado pelos policiais e com a barra de ferro enriste, o homem partiu para cima de um dos policiais, ignorando por completo a voz de prisão.

Relatos de testemunhas dão conta de que o local estava muito escuro e que o homem parecia muito transtornado, aparentando estar sob efeito de entorpecente.

Seguindo as regras da polícia que é de preservar vidas até onde for possível, o militar que foi atacado efetuou um disparo para intimidar o agressor, mas devido às condições do ambiente este foi atingido pelo disparo. Embora não fosse intenção da corporação o caso transformou-se em tragédia com a morte instantânea de José Elivan.

Testemunhas que presenciaram os fatos, foram unânimes em afirmar que a vítima de uma agressão com aquela barra de ferro certamente não sobreviveria  para contar a história.

Os policiais ainda acionaram o SAMU que logo chegou ao local, porém nada pôde ser feito pelo homem que já estava em óbito.

A ação foi registrado na Delegacia de Flagrante – Defla, e após uma breve oitiva dos policiais o caso será encaminhado à corregedoria.

O corpo foi retirado do local pelo pessoal do IML- Foto: C.A

Funcionários do IML (Instituto Médico Legal) foram acionados para tomar as medidas necessárias e remover o corpo à  sede do órgão.

Policiais Civis do DHPP (Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa) estiveram no local lá colheram as informações de como se deu a ocorrência policial

Deixe seu comentário