33 C
Rio Branco, AC, Brasil
18 de agosto de 2019 - 09:29
Inicio Esportes Jogador do Arsenal recebe R$ 135 mil por semana, mas sua mãe...

Jogador do Arsenal recebe R$ 135 mil por semana, mas sua mãe é sem-teto

44

Por iG 

Aos 20 anos de idade, Ainsley Maitland-Niles recebe R$ 135 mil a cada semana como atleta do Arsenal. Por mês, são cerca de R$ 540 mil. No entanto, segundo o jornal The Sun , a mãe  do jogador passa as noites em um depósito público e corre ainda o risco de ser despejada. O local de aproximadamente 3 metros quadrados é utilizado para guardar móveis e objetos, sendo proibido de servir como residência.

“É um container de metal sem janelas ou tapete. Não há banheiro ou instalações para tomar banho”, afirmou Jule Niles. “Meu filho Ainsley poderia me comprar um apartamento com dois meses de salário. Meu filho joga para o Arsenal e eu sou sem-teto em um self storage”, completou a mulher, que além dojogador , possui um outro filho, Cordi.

Sobre o risco de ser despejada, a empresa responsável pelo depósito afirmou que “não se deve usar o espaço como alojamento. Os acordos são claros e não se pode viver no container que se aluga. É apenas para armazenamento, eles não são apartamentos e não estão configurados para serem vividos”.

Desavenças

Ainsley Maitland-Niles assinou seu primeiro contrato com o Arsenal aos seis anos
Reprodução

Ainsley Maitland-Niles assinou seu primeiro contrato com o Arsenal aos seis anos

A história de Ainsley com o Arsenal começou quando ele tinha apenas seis anos de idade, quando assinou seu primeiro contrato com o clube. Quando a carreira começou a render-lhe dinheiro, ele passou a pagar o aluguel para que ele, a mãe e o irmão pudessem viver em uma casa perto do centro de treinamento do time.

Mas em 2015, Jule se envolveu em uma briga com os dirigentes do clube durante uma reunião para discutir sobre o futuro do filho. Ela foi ainda acusada de ter entrado em conflito com o negociador do Arsenal, Dick Law, e chegou a ser presa. Tempos depois, passou uma temporada na Austrália, paga por seu filho, mas quando voltou, sentiu que a relação já não era a mesma.

“Eu só quero viver a minha vida”, teria dito o jogador, que saiu de casa e se afastou da mãe. Ela, que é assistente social, não conseguiu pagar o aluguel da então residência da família e passou a viver em casas de conhecidos e até mesmo dentro de um carro.

“Não importa se Ainsley perder todo o dinheiro amanhã. Ele e Cordi são meus filhos e eu os amo. Eu só quero que eles saibam isso”, disse.  Ambos os homens vivem hoje em um apartamento avaliado em R$ 2,8 milhões em Finchley, no norte de Londres. No entanto, uma fonte próxima ao jogador revelou que o jovem não tinha conhecimento sobre o estado de sua mãe, mas assim que soube, lhe deu dinheiro e assim permanecerá fazendo.

Fonte: Esporte – iG 

Deixe seu comentário